Programa de Controle e Erradicação da Brucelose e Tuberculose

O Programa Estadual de Controle e Erradicação da Brucelose e Tuberculose, é um programa do Governo do Estado do Acre que tem como objetivo diminuir o impacto negativo das referidas zoonoses na saúde humana e anima, além de promover a competitividade da pecuária junto a outros Estados da Federação.

A vacinação das fêmeas com faixa etária de 3 a 8 meses é obrigatória com a Amostra da cepa B19, e, através da Portaria/Presidente/IDAF nº 220 de 28.08.2015 será também obrigatória a partir de Abril, a vacinação contra Brucelose, com a amostra RB51 para as fêmeas acima de 8 meses que não foram vacinadas entre 3 e 8 meses com a vacina cepa B19.

Ainda no que diz respeito ao PECEBT, este ano, o IDAF realizará o Inquérito Soroepidemiológico para identificar assim a prevalência das zoonoses, seus fatores de risco e melhorando a classificação, do ponto de vista epidemiológico, pelo MAPA.

Principais legislações do PNCEBT

IN 2, de 10 de janeiro de 2001 Institui o PNCEBT.pdf

IN 10, de 3 de março de 2017 Aprova o regulamento técnico do PNCEBT.pdf

IN 30, de 7 de junho de 2006 Estabelece normas para habilitação de médicos veterinário no PNCEBT.pdf

IN 34, de 9 de setembro de 2017 Requisitos para diagnóstico de brucelose por laboratórios da Rede Mapa.pdf

IS 06, de 27 de fevereiro de 2003 Reconhecimento de instituições para ministrar cursos de habilitação de MVs no PNCEBT.pdC

Listas de Médicos Veterinários Habilitados





Francisco Ferreira Filho – Coordenador do PECEBT

Contato: ferreira.filho@ac.gov.br

fonte: Ministério da Agricultura