Compreendendo a importância de levar informação e transformar os alunos em multiplicadores de conhecimento, o Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal (Idaf) realizou palestras nas escolas rurais de Rio Branco, Bujari, Sena Madureira e Feijó.

As atividades foram promovidas durante a Semana Estadual de Combate e Prevenção à Raiva (25 a 30 de setembro). A raiva é uma doença infecciosa aguda que não tem cura e acomete animais mamíferos, incluindo o ser humano.

Atividades foram promovidas em escolas de ensino médio e fundamental (Foto: Alexandre Noronha/Secom)

Cerca de 400 alunos do ensino fundamental e médio foram sensibilizados por meio das palestras e materiais educativos distribuídos pelo Idaf.

A médica veterinária Mariana Benevides observa a importância de trabalhar a prevenção de doenças nas escolas. “Quando eles chegam em casa, repassam aos pais. Nos municípios em que os índices de vacinação contra raiva eram baixos, desde que começamos a implantar atividades educativas percebemos um aumento nos índices de vacinação significativos”, salientou.

Segundo o diretor-presidente do Idaf, Ronaldo Queiróz, a instituição tem reforçado o trabalho educativo em todo o estado. “Além de monitorar e fiscalizar, também realizamos um trabalho de prevenção por meio da educação. Atuamos com públicos distintos, como alunos, produtores e comerciantes. É comum ver a equipe do Idaf nas áreas rurais realizando esse trabalho de orientação”, ressaltou.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA