Acre se prepara para primeira fase da vacinação contra febre aftosa

0
914

O setor da pecuária, um dos mais importantes na economia acreana, organiza-se para iniciar a primeira fase da campanha de vacinação contra a febre aftosa.

A imunização do rebanho é uma das garantias da sanidade do gado criado no estado. Graças à parceria do governo com pecuaristas e casas agropecuárias, o Acre há 11 anos é reconhecido internacionalmente como área livre de aftosa.

Nesta primeira etapa de vacinação, realizada de 1 a 31 de maio próximo, deverão ser imunizados todos os rebanhos dos sete municípios que fazem fronteira com a Bolívia. Nos demais, apenas os animais até 24 meses de idade precisam receber a vacina.

A equipe do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal (Idaf) entende que o sucesso alcançado pelas campanhas ao longo dos últimos anos é resultado do apoio que recebe da iniciativa privada e principalmente da conscientização dos pecuaristas sobre a importância de o rebanho ser imunizado.

Visando fortalecer ainda mais a parceria, o Idaf resolveu inovar: este ano, o lançamento da campanha será realizado no Vale do Juruá, como forma de prestigiar o setor pecuário naquela região.

No próximo sábado, 30, o órgão realiza no Frigorífico Três Irmãos, em Cruzeiro do Sul, um ato de lançamento da campanha. A intenção é aumentar o índice de vacinação conseguido em maio do ano passado, quando Rodrigues Alves chegou à média de 98,03% do rebanho vacinado, Cruzeiro do Sul, 97,47% e 94,01% em Mâncio Lima.

“Nossa meta é crescer a cada campanha. O lançamento da vacina no Juruá é o reconhecimento do apoio que recebemos dos pecuaristas da região”, destaca Ronaldo Queiroz, assessor especial do IDAF.

Fonte: Agência de Notícias

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA